sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Como se eu já escrevesse pra ti, antes mesmo de te conhecer.

um "remaque" de um querido poema.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Você entende meu sonho

Agora eu quero entender o seu

Para baixo eles olham

Duas vezes por você

Se você quer saber meu bem

Amanha tu veras mais estrelas no céu,

E o frio, mais frio, bem mais frio

Sem vento algum, com sol de gelo

Que queimara seu medo do escuro

Serão dias sem medo, sem calor, serão dias de amor

Meu amor, entenda agora, me diz

Porque eu não sei, não sei, não sei

Suprir você, como deveria, amanhã

O frio esta bom

Vamos queimar nossas almas

Felizes com vidas, sem medo de estar

sem medo de estar, errados ou perfeitos nesse amanhecer

sem vidas físicas, sem arames que possam nos prender

quero estar fácil, aqui

quero estar como for

quero estar a salvo com você...

2 comentários:

Anônimo disse...

pois é...palavras, apenas, palavras pequenas....palavras..momentos!

VM disse...

Palavras lindas... Adorei o blog, estarei lendo a cada nova postagem, a cada nova palavra... =)